Sindojus Social

160 cestas básicas doadas por Oficiais de Justiça são entregues a famílias do bairro São Miguel

Por trabalhar nas ruas, a categoria presencia de perto o aumento da fome e da pobreza de parcela da população, agravada nesse período atípico de pandemia

13/07/2020
Fotos: Sindojus Ceará

Faz parte do cotidiano do Oficial de Justiça estar em comunidades carentes, onde presencia de perto o aumento da fome e da pobreza de parcela da população, agravada nesse período atípico de pandemia da Covid-19. Por causa das medidas de isolamento social, muitos que trabalham na informalidade acabaram perdendo a sua única fonte de renda. Para amenizar o sofrimento dessas pessoas, o Sindicato dos Oficiais de Justiça do Ceará (Sindojus-CE) realizou, nos meses de maio e junho, campanha de doação para compra de cestas básicas a famílias do bairro São Miguel, em Fortaleza. Oficiais e oficialas de todas as regiões do Estado participaram da campanha, que arrecadou um total de R$ 6.370,00.

A entrega foi dividida em duas partes. A primeira teve de ser feita de forma emergencial no dia 2 de junho, por solicitação da representante da comunidade, uma vez que no início do mês várias famílias estavam com necessidades urgentes, sem ter o que comer. Na ocasião, foram entregues 35 cestas. A segunda ocorreu na última quarta-feira (8), quando foram distribuídas mais 125 cestas, totalizando 160.

Agradecimento

Janete Oliveira, presidente do Centro de Educação, Cultura, Esporte, Lazer e Qualificação Francisco e Antonio Marques (CECELQ), agradeceu a cada oficial e oficiala que, atendendo à solicitação do Sindojus e ao apelo feito pela representante do bairro, contribuiu para as doações. “Foi feita a entrega de mais 125 cestas básicas na nossa comunidade, o que acalentou a dor de quem tem fome, acalentou a dor de quem não tinha nada para comer dentro de casa, então o nosso muito obrigado de coração ao Sindicato dos Oficiais de Justiça do Ceará e a cada Oficial de Justiça que ajudou nessa campanha”, destacou.

A diretora Fernanda Garcia, que acompanhou a entrega dos donativos, falou da emoção de ver no rosto daquelas pessoas o sentimento de gratidão. “A maioria que foi receber era mulher, chefe de família. A gente via que aquele alimento estava chegando num bom momento. Toda essa situação atípica decorrente da pandemia, que vem desde o mês de março, castigou ainda mais essas famílias. Muitas passam por dificuldades com as crianças, que estariam nas escolas, dentro de casa, sem ter o que comer”, disse.

“A maioria que foi receber era mulher, chefe de família. A gente via que aquele alimento estava chegando num bom momento”, comenta Fernanda Garcia

Com a iniciativa, Fernanda acrescenta que a comunidade pôde conhecer esse lado cidadão e humano dos Oficiais de Justiça. “Muitas vezes vamos a essas comunidades para cumprir medidas criminais, então foi oportunidade de eles verem esse lado humano da categoria. No momento do registro das fotos, a gente via que eles faziam questão de mostrar o recado da campanha, então a nossa mensagem foi passada. Espero que a gente consiga fazer outras campanhas ao longo deste ano e ter sempre essa atuação solidária nas comunidades em que estamos no dia a dia”, frisou.

O presidente do Sindojus, Vagner Venâncio, comemora o sucesso da campanha, que contou com ampla adesão da categoria. “Agradecemos a todos e todas que contribuíram, por terem dado esse exemplo de empatia com as pessoas humildes e aliviar um pouco a situação nesse momento de dificuldade”, ressaltou.

Ação social

Esse é mais um importante passo que o Sindojus Ceará dá em relação aos projetos de ação social da entidade. O objetivo é realizar campanhas periódicas visando a beneficiar instituições carentes do interior e da capital.

Oficial de JustiçaSindojusSindojus Cearásolidariedadecampanhadoaçãohumanizaçãopandemiacestas básicasSindojus socialalimentaçãocidadaniaação social
SIGA-NOS:

Deixe seu Comentário

Você deve estar logado para fazer um comentário. Clique aqui para entrar.