Nota de pesar

Morrem o pai do Oficial de Justiça José Edinardo Araújo Lima e a mãe do Oficial José Evanildo Bezerra Almeida

As vítimas faleceram por complicações da Covid-19 na cidade de Canindé

15/04/2021

É com profundo pesar que o Sindicato dos Oficiais de Justiça do Ceará (Sindojus-CE) informa o falecimento, aos 83 anos, de José Osvaldo de Sousa Lima, pai do Oficial de Justiça José Edinardo Araújo Lima, da comarca de Canindé, e, aos 77 anos, de Maria Estela Bezerra Almeida, mãe do Oficial de Justiça José Evanildo Bezerra Almeida, mais conhecido como Dida, da comarca de Itatira. As vítimas faleceram por complicações da Covid-19 na cidade de Canindé.

Ao falar sobre o pai, Edinardo relembra a relação de proximidade e as conversas diárias. “Todo dia, ele me esperava para eu guardar o carro e conversar um pouco com ele na calçada. Quando eu ia para Fortaleza, eu tinha que sempre ligar também. Éramos muito apegados, logo eu sou o filho mais velho. Tudo dele era comigo”, comenta. Ele conta que o pai já tinha contraído a doença no passado. Dessa vez, os sintomas apareceram logo depois de ele ter recebido a segunda dose da vacina. O pai do oficial faleceu no dia 10 de abril.

O Oficial de Justiça Dida afirma que a Covid-19 chegou na família como uma “tempestade”, quando viu a doença atingir os seus pais, seus cinco irmãos e ele próprio, vitimando a sua mãe, no último dia 13. “É uma situação que a gente não quer acreditar. Às vezes, a gente acha que essa doença nunca vai chegar, mas quando ela chega, a gente fica sem os pés no chão. É muito difícil encarar esse momento, mas com fé em Deus vamos tocar a nossa vida para frente. Infelizmente, chegou a essa situação. É uma perda muito difícil”, lamenta.

Solidariedade

O Sindojus, em nome de toda a categoria, lamenta profundamente tão significativas perdas e roga a Deus que conforte o coração dos familiares e amigos de José Osvaldo de Sousa Lima e de Maria Estela Bezerra Almeida nesse momento de dor profunda.

Oficiais de JustiçaSindojusSindojus CearáCanindénota de pesarOficiais de Justiça do CearásolidariedadeCovid-19
SIGA-NOS:

Conteúdos Relacionados