Nota de pesar

Morre, aos 83 anos, Felizardo Agostinho de Souza, pai do Oficial de Justiça Antonio Martins de Sousa

Seu Felizardo é mais uma vítima da Covid-19. Ele deixa a esposa, Benedita Martins de Souza, com quem fora casado durante 57 anos, sete filhos, dez neto e três bisneto

11/06/2020

É com profundo pesar que o Sindicato dos Oficiais de Justiça do Ceará (Sindojus-CE) informa o falecimento, na manhã de hoje, de Felizardo Agostinho de Souza, 83 anos, pai do Oficial de Justiça Antonio Martins de Sousa, da comarca de Sobral. Ele é mais uma vítima da Covid-19, a doença do novo coronavírus. Diagnosticado com a doença há vinte dias, ele chegou a passar oito dias hospitalizado, mas de ontem para hoje houve uma instabilidade em seu quadro e foi a óbito por volta das 8h15 de hoje. O sepultamento ocorreu, no período da tarde, em Aracatiaçu, distrito de Sobral, restrito a poucos familiares. Seu Felizardo deixa a esposa, Benedita Martins de Souza, com quem fora casado durante 57 anos, sete filhos, dez neto e três bisneto.

“Ele fazia jus ao nome que tinha: Felizardo. Era um homem muito feliz, extrovertido, amigo de todos. Era uma pessoa que se dava bem com todo mundo, sempre muito amigo, prestativo, solidário”, enaltece Martins. Natural do município de Sobral, seu Felizardo foi criado na fazenda de seu pai, na Cachoeira dos Loretos, distrito de Aracatiaçu.

Martins ressalta a forma cruel em que teve de se despedir do pai, sem seguir o rito natural da perda de um ente querido. “É algo que nos deixa abalado, não sentir a pessoa que se foi, não poder velar. Realmente é uma doença muito séria, que abate rapidamente a pessoa, além do isolamento, que é outra forma de destruir o enfermo. Quando adoece, ele perde o contato com todos, não tem mais os laços afetivos, não pode estar perto de quem precisa. É uma doença tão agressiva que a gente fica sem acreditar, que leva as pessoas que a gente ama tão rapidamente”, disse.

Solidariedade

O Sindojus, em nome dos oficiais e oficialas de todo o Ceará, lamenta profundamente tão significativa perda e roga a Deus que conforte o coração dos familiares e amigos de Felizardo Agostinho de Souza nesse momento de dor profunda.

Oficiais de JustiçaSindojusSindojus Cearánota de pesarsolidariedadeSobralCovid-19Felizardo Agostino de SouzaAntonio Martins de SousaAracatiaçu
SIGA-NOS:

Deixe seu Comentário

Você deve estar logado para fazer um comentário. Clique aqui para entrar.