Participe

CNJ vai dar início ao 2º Censo do Poder Judiciário

O lançamento será na próxima segunda-feira (17). O objetivo é traçar o perfil de magistrados, magistradas, servidores e servidoras de todos os tribunais e conselhos brasileiros

14/04/2023
Foto: CNJ

O 2º Censo do Poder Judiciário será lançado no próximo dia 17 de abril. O levantamento será realizado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e pretende traçar o perfil de magistrados, magistradas, servidores e servidoras de todos os tribunais e conselhos brasileiros.

O formulário eletrônico estará disponível para os participantes de 17 de abril a 17 de maio e os dados serão recebidos pelo Departamento de Pesquisas Judiciárias (DPJ). O preenchimento será anônimo e possibilitado por meio de acesso único para cada CPF previamente cadastrado no CNJ.

Os resultados do Censo devem ajudar o CNJ a melhorar a prestação dos serviços judiciários brasileiros. Os questionários serão divididos em blocos, com questões sobre o tribunal, atuação profissional, informações pessoais e funcionais.

Os tribunais serão oficiados pelo CNJ para enviarem, até o dia 10 de abril, as informações prévias necessárias para a inscrição dos respondentes. O último Censo do judiciário foi realizado há 10 anos.

Participe

O Sindicato dos Oficiais de Justiça do Ceará (Sindojus-CE) reforça a importância de todos os Oficiais de Justiça do Estado e do país participarem do Censo contribuindo para a melhoria dos serviços jurídicos no Brasil.

O que é o Censo do Poder Judiciário?

O Censo do Poder Judiciário é a primeira pesquisa destinada a traçar o perfil de magistrados(as) e servidores(as) de todos os tribunais e conselhos que compõem o Judiciário Brasileiro.

Quais são seus principais objetivos?

O principal objetivo consiste em atualizar o Censo de 2013 e manter um registro histórico do perfil da magistratura e do quadro funcional do Poder Judiciário. Além disso, o censo também busca conhecer a opinião dos(as) magistrados(as) e servidores(as) sobre a carreira e ambiente de trabalho, além de outras questões relevantes para monitoramento das políticas judiciárias nacional em curso.

Censo do Poder Judiciário 2023

Depois de 10 anos, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), por meio do Departamento de Pesquisas Judiciárias (DPJ), realizará o novo Censo do Poder Judiciário.

Com o objetivo de traçar o perfil de magistrados(as) e servidores(as) de todos os tribunais e conselhos que compõem o Judiciário Brasileiro, fazendo agora uma comparação com os dados coletados em 2013, o censo do Poder Judiciário possibilitará apresentar dados atualizados acerca das características pessoais e profissionais de magistrados e servidores, em uma perspectiva atualizada de acordo com as políticas judiciárias recentes.

O Censo de 2013 foi respondido por 64% dos magistrados(as) (quase 11 mil) e 60% dos servidores(as) (mais de 170 mil) de todo o Poder Judiciário.

Assim como em 2013, os(as) magistrados(as) e servidores(as) espalhados pelo Brasil terão a oportunidade de responder aos questionários eletrônicos, de modo independente e sigiloso.

Em caso de dúvidas, entre em contato com censo@cnj.jus.br

Fonte: Agência CNJ de Notícias

servidoresmagistradostribunais2º Censo do Poder JudiciárioperfilconselhosCNJ
SIGA-NOS:

Deixe seu Comentário

Você deve estar logado para fazer um comentário. Clique aqui para entrar.