Fundo Especial de Custeio

Sindojus inicia tratativas para ressarcimento das diligências oriundas da Fazenda Pública

No dia 31 de outubro, a diretoria se reuniu com o prefeito Roberto Cláudio para que o mesmo tomasse conhecimento da nova legislação que trata do recolhimento antecipado das despesas com diligências dos Oficiais de Justiça

06/11/2017
Foto: Milton Figueiredo

Após a aprovação e regulamentação da Lei 16.273/2017, que rege o Fundo Especial de Custeio das Despesas com Diligência dos Oficiais de Justiça, o Sindicato dos Oficiais de Justiça do Ceará (Sindojus-CE) iniciou as tratativas para garantir o efetivo ressarcimento das diligências por parte da Fazenda Pública estadual e municipal.

Na última terça-feira, 31 de outubro, a diretoria se reuniu com o prefeito Roberto Cláudio para que o mesmo tomasse conhecimento da aprovação da lei. O encontro foi intermediado pelo Oficial de Justiça e vereador de Fortaleza, Iraguassú Teixeira Filho. Bastante receptivo, o prefeito informou que essa seria uma tratativa do Sindicato com a procuradoria e, na mesma hora, ligou para o procurador geral do município, José Leite Jucá Filho, para que recebesse a diretoria.

Diretoria reunida com o procurador geral do município, José Leite Jucá Filho. Foto: Luana Lima

No dia seguinte, ou seja, 1º de novembro, o procurador geral recebeu os representantes do Sindojus em seu gabinete. Na ocasião, foi entregue toda a documentação pertinente à legislação. O procurador entendeu a situação, disse que iria analisar a documentação e perguntou como esse trâmite estava sendo feito em outras capitais. O Sindojus ficou de entregar modelos de convênios para que o repasse seja feito nos mesmos parâmetros de outros estados.

Legislação

De acordo com a Lei 16.273/2017, todo mandado judicial deve ser custeado, independente de ser justiça paga ou não. No caso da justiça paga, em Fortaleza ou sede de comarca do Interior, o valor da taxa é fixado em 10,50 Ufirces – o equivalente a R$ 41,40. Em distrito de comarca do Interior, o valor da taxa é fixado em 13,50 Ufirces – R$ 53,24.

Esses valores são para o ressarcimento das despesas que o oficial e a oficiala têm com gasolina, manutenção, seguro e depreciação do seu veículo particular, utilizado para dar cumprimento aos mandados judiciais – já que o Estado não fornece os meios para isso.

Fundo Especial de Custeioressarcimentotratativasdiligências dos Oficiais de Justiçaprefeito Roberto Cláudioprocurador José Leite Jucá

Deixe seu Comentário

Você deve estar logado para fazer um comentário. Clique aqui para entrar.