Assembleia Geral

Categoria delibera pela não realização da confraternização para priorizar a construção da nova sede

Foi decidido ainda, por unanimidade, que os três diretores do Sindojus que deverão ficar à disposição deverão ser: o presidente, o jurídico e o financeiro

06/07/2018
Fotos: Milton Figueiredo

Após a solenidade de posse realizada na última quarta-feira (4), na Assembleia Legislativa do Ceará (Alce), a diretoria do Sindicato dos Oficiais de Justiça do Ceará (Sindojus-CE) realizou, ontem, no Auditório Agenor Studart do Fórum Clóvis Beviláqua, a primeira Assembleia Geral Extraordinária (AGE) da nova gestão. Duas importantes deliberações foram tomadas: a escolha dos três diretores do Sindojus que ficarão à disposição e a realização ou não da festa de confraternização de fim de ano.

Seguindo a proposta da diretoria, a categoria decidiu, por unanimidade, que os três cargos de diretores que deverão ficar à disposição para realizar os trabalhos sindicais deverão ser o presidente (Vagner Venâncio), que conforme o estatuto é obrigatório, além dos diretores jurídico (Carlos Eduardo Mello) e financeiro (Luciano Júnior). A categoria aprovou, ainda, por maioria, a proposta da diretoria de não realização da festa de confraternização neste ano para priorizar a construção da sede do sindicato.

Construção

“Iremos centrar todos os esforços na construção da nova sede”, destacou Vagner Venâncio. A diretoria está à procura de um imóvel para alugar nas proximidades do Fórum Clóvis Beviláqua para poder dar continuidade ao projeto de construção da nova sede, que já está 80% concluído. Na próxima semana, a diretoria se reunirá com o escritório de arquitetura Idealize para dar início aos pedidos de alvará junto à Prefeitura, para iniciar a obra. Na ocasião, serão definidos os prazos para início da obra e uma estimativa do tempo de duração.

Pleitos

Tramitação do requerimento no Tribunal de Justiça e tratativas políticas envolvendo o reenquadramento na tabela de nível superior, isonomia dos 61, repasse dos valores recolhidos para custear as despesas com diligências dos Oficiais de Justiça antes da aprovação da Lei nº 16.273/2017, fiscalização dos valores que estão sendo repassados à categoria referente ao Fundo Especial de Custeio das Despesas com Diligências dos Oficiais de Justiça, GAM descontada indevidamente dos oficiais e oficialas da Ceman de Fortaleza na época da greve, retroativo das ascensões funcionais e URV, ressarcimento da IT descontada indevidamente no período de férias, crachás, identidades funcionais e nomeação dos aprovados foram os temas dos informes repassados.

Está confirmado o pagamento da 5ª e última parcela da isonomia dos servidores. A informação foi prestada na manhã de hoje pelo servidor Tarcísio Gomes de Araújo, da folha de pagamento do TJ. Os valores serão creditados na folha de julho, a se receber em 1º de agosto. Informou, ainda, que está sendo feita a conferência dos valores.

Informes

O presidente Vagner Venâncio informou que realizará, mensalmente, reuniões na sala dos Oficiais de Justiça da Ceman de Fortaleza. Em breve, divulgará também o calendário de viagens ao interior, onde deverão ser escolhidos os novos coordenadores regionais. Disse, ainda, que as Assembleias Gerais serão realizadas prioritariamente nas sextas-feiras ou sábados e, eventualmente, em outros dias da semana, se a urgência assim determinar.

Oficiais de JustiçaSindojusAgenor StudartAGEnova sedefestaconfraternizaçãonova diretoriadiretores afastadosà disposiçãoconstrução

Deixe seu Comentário

Você deve estar logado para fazer um comentário. Clique aqui para entrar.