Aperfeiçoamento

Sindojus encerra calendário do “Curso de atualização voltado à atividade do Oficial de Justiça”

Ao todo, foram percorridos mais de 5 mil quilômetros, levando a formação às 13 coordenadorias regionais do Estado

05/06/2019
Ao final dos encontros os diretores repassaram informes dos pleitos em andamento e apresentaram os requerimentos administrativos e judiciais de interesse da categoria

O Sindicato dos Oficiais de Justiça do Ceará (Sindojus-CE) encerrou no dia 30 de maio, no Maciço de Baturité, o calendário do “Curso de atualização voltado à atividade do Oficial de Justiça”. Ao todo, foram percorridos mais de 5 mil quilômetros, levando a formação às 13 coordenadorias regionais do Estado. As aulas foram ministradas pelo presidente Vagner Venâncio e pelo diretor Jurídico Carlos Eduardo Mello.

Em nome da diretoria, o presidente do Sindojus agradeceu a todos os oficiais e oficialas que participaram dos eventos. “A gente agradece e reafirma o nosso compromisso de estar firme na luta, atento aos interesses da categoria, mas também às condições de trabalho e de vida de cada um”, frisou.

Vagner observa que o curso tem um condão especial, pois diferente de uma Assembleia Geral permite que oficiais e oficialas de diversas comarcas interajam, fortalecendo a unidade e o desejo de contribuir a partir do momento em que alguém retrata uma dificuldade, troca experiência, o que contribui para a coesão da categoria. “É a unidade sendo retomada a partir de um evento onde todos, de forma democrática, têm o direito de participar e expor as suas experiências profissionais, no sentido de avançar cada vez mais na capacitação de todos e todas”, ressaltou.

Elogios

Idelano Leite, Oficial de Justiça de Jucás, esteve presente na formação e disse que gostou bastante, porque ficou por dentro das mudanças na legislação. Ele elogiou também a didática dos facilitadores, que se expressaram muito bem.

A oficiala Glória Sá, também da comarca de Jucás, parabenizou o sindicato pela iniciativa e falou que a categoria precisa dessas atualizações para desenvolver um melhor trabalho junto ao jurisdicionado, além de ser uma forma de interagir com os colegas da região. “É muito salutar que a diretoria se desloque para a nossa região para ministrar essa formação e ainda nos deixar atualizados de tudo o que está acontecendo com relação aos pleitos. A gente fica satisfeita por esse crescimento da entidade, que serve também como fortalecimento da categoria”, disse.

Para Lorena Conti, oficiala de Aracati, o mais interessante foi a funcionalidade do curso, voltado para o dia a dia do Oficial de Justiça. “Além de abordar o aspecto legislativo, ele focou na prática. Estou bastante contente com a forma de agir do sindicato, principalmente no trato com o interior. Esse curso é uma forma de aproximar a entidade da categoria”, exaltou. Ela elogiou também apostila, que estava bem didática, fazendo com que ninguém se perdesse ou divagasse, e a objetividade dos professores. “É difícil concentrar todo mundo e foi muito produtivo”, enalteceu.

Vilani Pontes, oficiala de Forquilha, parabenizou pela organização do curso, pela elaboração da apostila e pela abordagem voltada para a prática. “Foi maravilhoso, pois abordou questões do novo Código de Processo Civil que a categoria conhece, mas não sabe como funciona na prática. Foram tiradas muitas dúvidas a respeito dessas novas condutas. Essas formações são muito úteis, sendo na região eu não perco. É importante que o sindicato organize sempre essas atualizações”, sugeriu.

Coordenadorias

Vale do Acaraú foi a primeira coordenadoria regional a receber o curso, no dia 19 de fevereiro, seguida da Ibiapaba (20/02), Litoral Oeste (25/02), Extremo Oeste (26/02), Litoral Leste (17/04), Vale do Jaguaribe (23/04), Centro Sul (27/04), Cariri (04/05), Fortaleza e Região Metropolitana (08/05), Sertão dos Inhamuns (10/05), Sertão de Canindé (23/05), Sertão Central (24/05), Maciço de Baturité (30/05).

Código de Processo Civil, Código de Processo Penal, Lei de Execuções Fiscais, Lei dos Juizados Especiais, Lei do Inquilinato, Lei Maria da Penha, Código Penal e demais dispositivos legais que envolvem a atividade do Oficial de Justiça foram alguns temas abordados. Além da parte de legislação, foi abordada também a conduta do Oficial de Justiça no que diz respeito à linguagem profissional, comunicação e certidão. Ao final de todos os encontros os diretores repassaram informes dos pleitos em andamento e apresentaram os requerimentos administrativos e judiciais de interesse da categoria.

O Sindojus agradece a parceria firmada com a Sicredi Cooperjuris, que patrocinou a confecção das apostilas.

Oficial de JustiçaSindojuscoordenadorias regionaisSindojus Cearácursoatualizaçãoformação. legislação

Deixe seu Comentário

Você deve estar logado para fazer um comentário. Clique aqui para entrar.