Descentralização

Sindojus conclui o segundo ciclo de reuniões nas comarcas de entrância final

Os encontros, realizados a cada quatro meses, têm como objetivo descentralizar a atuação da entidade e promover uma gestão cada vez mais participativa e transparente

28/08/2019
Fotos: Sindojus Ceará

O Sindicato dos Oficiais de Justiça do Ceará (Sindojus-CE) encerrou na última quinta-feira (22), em Maracanaú, o segundo ciclo de reuniões nas comarcas de entrância final. Os encontros, realizados a cada quatro meses, têm como objetivo descentralizar a atuação da entidade e promover uma gestão cada vez mais participativa e transparente. Reuniões mensais também vêm sendo realizadas, desde o início da atual gestão, na Sala dos Oficiais de Justiça de Fortaleza. É oportunidade de a diretoria levar informações atualizadas diretamente à base, ouvir as demandas e esclarecer eventuais dúvidas que possam surgir.

Transparência

Ésquilo Mourão, oficial de Maracanaú, parabenizou a entidade pela realização dos encontros e disse que essa é uma das gestões mais transparentes do Sindojus. “Para quem está em regiões um pouco mais distantes, a possibilidade de poder lidar diretamente com o presidente e os demais diretores é maravilhosa, tanto por recebermos as informações diretamente da fonte, evitando ruídos na comunicação, quanto pela transparência e confiança que o Vagner passa. Ele sempre foi uma pessoa muito acessível, então quando veio para a presidência ele trouxe essa característica, que é a principal marca da atual gestão”, enalteceu.

A aproximação é o principal ponto que a oficiala Camila Peixoto do Amaral, da comarca de Caucaia, destaca. “Esses encontros são uma forma de integração. Além disso, a diretoria informa todas as ações que estão sendo desenvolvidas e ouve as nossas demandas. No caso de Caucaia, essas reuniões estão sendo muito importantes, porque a diretoria esclareceu como vai ocorrer esse processo da digitalização, então são bastante positivas”, frisou.

Para Márcia Cidrin, oficiala de Sobral, a troca de informações diretamente com a diretoria é o que ressalta de mais importante, além de poderem tirar dúvidas relacionadas ao trabalho e aos direitos dos servidores, e ficarem atualizados do andamento dos pleitos de interesse da categoria.

Demandas

Antônio César Rodrigues, oficial de Juazeiro do Norte, comentou que esses eventos são muito importantes e que devem continuar sendo realizados. Aproveitando a presença da diretoria, ele fez um apelo para que o sindicato levasse ao conhecimento da administração do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) o grave quadro de carência da comarca, que deveria ter 18 Oficiais de Justiça e atualmente está com apenas dez.

Outros problemas relatados foram com relação ao reduzido espaço da Sala dos Oficiais de Justiça, que não comporta os oficiais e oficialas lá lotados, além da falta de computadores e impressoras. “As reuniões foram proveitosas, pois além do suporte com relação ao SAJ e do repasse dos informes, tivemos oportunidade de mostrar a nossa situação à diretoria. Agora estamos na expectativa das melhorias”, disse.

Extensão

Além de Caucaia, Maracanaú, Sobral, Juazeiro do Norte e Crato, comarcas de entrância final, a pedidos da própria categoria foi realizada uma reunião também em Ibiapina, para oficiais e oficialas da região da Ibiapaba. E, na próxima sexta-feira (30), um novo encontro será realizado, às 10 horas, no Hotel Ello, em Iguatu, com oficiais e oficialas da região Centro Sul. A reunião contará com a presença do funcionário Anderson Costa, que fará uma exposição sobre o módulo de mandados do SAJ e vai tirar eventuais dúvidas relacionadas ao sistema. Estão todos (as) convidados (as).

Oficiais de JustiçatransparênciaSindojusInteriorSindojus Cearádescentralizaçãoaproximaçãodemandasatualizaçãosindicatoinformaçõesreuniõesquadrimestraiscomarcas de entrância finalparticipativa
SIGA-NOS:

Deixe seu Comentário

Você deve estar logado para fazer um comentário. Clique aqui para entrar.