Formação

Sindojus promove curso de atualização legislativa para Oficiais de Justiça

O grupo integrava o Juizado Móvel e foi realocado, recentemente, para a Ceman, de Fortaleza

24/08/2020
O encontro ocorreu no auditório Agenor Studart do Fórum Clóvis Beviláqua, no último dia 20. Fotos: Milton Figueiredo

No último dia 20, o Sindicato dos Oficiais de Justiça do Ceará (Sindojus-CE) realizou um curso de atualização para os oficiais de justiça que integravam o Juizado Móvel de Fortaleza e foram realocados, recentemente, para a Central de Cumprimento de Mandados Judiciais (Ceman), da capital cearense. O objetivo do curso foi apresentar atualizações legislativas que fazem parte do dia a dia da profissão do oficial de justiça. O encontro ocorreu no auditório Agenor Studart do Fórum Clóvis Beviláqua.

Antônio Eronilde de Melo atuou durante 24 anos como oficial de justiça no Juizado Móvel de Fortaleza e, desde junho, passou a ter um novo desafio pela frente. “É um outro tipo de trabalho, outra sistemática. É um momento de expectativa para todos nós”. Ele destaca que, nesse momento de adaptação, ele e os colegas estão recebendo o apoio do Sindojus e da Ceman para aprender a usar os recursos necessários para a realização do trabalho.

O oficial de justiça Odorico França está na carreira há 17 anos. Destes, 12 foram desempenhando o trabalho no Juizado Móvel de Fortaleza. Sobre essa nova fase da profissão, ele comenta que “houve muitas mudanças. Esse é o pontapé inicial porque a atualização é constante. Temos que nos adaptar ao novo sistema, aprender rápido e ir à luta. São muitos mandados para cumprir”.

Esse é o terceiro encontro de formação do grupo. Anteriormente, ele participaram de dois treinamentos: o primeiro foi sobre cumprimento de mandados judiciais, feito pela Ceman, e o segundo sobre o Sistema de Automação da Justiça (SAJ). O curso de atualização legislativa deste dia 20 foi ministrado pelo presidente do Sindojus, Vagner Venâncio, e pelo diretor jurídico da entidade, Carlos Eduardo Mello. Francisco de Paula, que é oficial de justiça há 15 anos, avalia a formação, dada pelo Sindojus, de forma positiva e ressalta que é um momento de reaprendizagem. “Foi muito bom. O Vagner e o Carlos têm muito conhecimento e muita informação. Vai facilitar o retorno para o cumprimento das ordens judiciais porque a legislação mudou muito”, frisa Francisco de Paula.

SindojusCarlos Eduardo MelloSindojus CearáOficiais de Justiça do CearáVagner VenâncioCeman de Fortalezacurso de atualização
SIGA-NOS:

Conteúdos Relacionados