22 de fevereiro

Palestra aborda segurança dos Oficiais de Justiça durante o exercício da função

O evento, cuja limitação é de 60 participantes, será ministrado pelo capitão Sampaio do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque)

24/01/2018

“Controle e gerenciamento de crise” é o tema da palestra que será realizada no dia 22 de fevereiro com foco na segurança dos Oficiais de Justiça durante o cumprimento de mandados. O evento, cuja limitação é de 60 participantes, será realizado às 9 horas no Auditório Agenor Studart do Fórum Clóvis Beviláqua, ministrado pelo capitão Sampaio do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque). Será concedido certificado aos participantes. 

“A ideia é de que ele possa orientar os oficiais sobre quais procedimentos devem ser adotados nos momentos em que estão trabalhando e acontece algo que os coloque em risco”, destaca o tenente coronel Clauber de Paula, chefe da Assistência Militar do Tribunal de Justiça, que intermediou a realização do evento. Ainda como parte das ações com ênfase na segurança dos Oficiais de Justiça será ofertado um curso de defesa pessoal, ainda sem data para ser realizado.

Insegurança

A palestra é em resposta às denúncias feitas pelo Sindojus com relação à situação insustentável de insegurança a qual a categoria têm de conviver no desempenho de suas funções. Assalto à mão armada, agressão física, roubo de veículo, ameaça e intimidação são situações que se tornaram corriqueiras. Diariamente, oficiais e oficialas estão nas ruas, atuando em todas as esferas sociais, para dar efetividades às decisões judiciais.

Reunião

Para tratar da insegurança que atinge a categoria, o Sindojus se reuniu, em setembro do ano passado, com o secretário da Segurança Pública e Defesa Social, André Costa. Durante o encontro ficou acordado que os Oficiais de Justiça de todo o Estado teriam apoio durante as situações de risco, com a inclusão na lista de autoridades.

Na ocasião, a diretoria do sindicato solicitou o aumento do número de policiais militares à disposição dos Oficiais de Justiça da Ceman de Fortaleza e a aquisição de uma viatura para o efetivo do Fórum Clóvis Beviláqua. Presente ao encontro, o superintendente da Ceman, juiz Antônio Cristiano de Carvalho, ficou responsável de oficiar a SSPDS solicitando a viatura.

Serviço:
Palestra “Controle e gerenciamento de crise”
Facilitador: Capitão Sampaio, BPChoque
22/02 (sexta-feira)
9 horas
Auditório Agenor Studart do Fórum Clóvis Beviláqua
Rua Desembargador Floriano Benevides Magalhães, 220 – Edson Queiroz

Inscrições e mais informações: (85) 3273.3300 

Oficiais de JustiçaSindojusTJCEsegurançapalestracontrole e gerenciamento de crise

Deixe seu Comentário

Você deve estar logado para fazer um comentário. Clique aqui para entrar.