Paralisação nacional

Oficiais de Justiça protestam contra as reformas da Previdência e Trabalhista

No carro de som, oficiais e oficialas enfatizaram o nome dos deputados federais cearenses que votaram pela retirada de direitos trabalhistas

28/04/2017
Fotos: Milton Figueiredo

Em um dia que vai ficar marcado na história da democracia brasileira, oficiais e oficialas de Justiça se uniram às demais categorias de classe e foram às ruas protestar contras as reformas da Previdência, Trabalhista e o projeto de Terceirização, que constituem um dos maiores ataques aos direitos trabalhistas, previdenciários e sociais da história do Brasil.

Com o colete ‘Oficiais de Justiça em Luta’ e bastante disposição, a categoria acompanhou o cortejo que saiu da Praça da Bandeira (Clóvis Beviláqua), Centro de Fortaleza, em direção à Praça do Ferreira. Nem mesmo a forte chuva foi capaz de atrapalhar este bonito ato de cidadania, que iniciou e terminou de forma pacífica.

Consequências

No carro de som, oficiais e oficialas se revezaram chamando a atenção para as graves consequências que as reformas que estão sendo propostas pelo governo federal irão trazer, sobretudo para os trabalhadores e trabalhadoras. Enfatizaram, ainda, o nome dos deputados federais cearenses que votaram pela retirada de direitos trabalhistas. São eles: Adail Carneiro (PP), Aníbal Gomes (PMDB), Danilo Forte (PSB), Domingos Neto (PSD), Gorete Pereira (PR), Moses Rodrigues (PMDB), Raimundo Gomes de Matos (PSDB) e Vaidon Oliveira (DEM). Estamos de olho! 

Reforma da PrevidênciaaposentadoriaReforma Trabalhista28 de abrilParalisação nacionalPraça da BandeiraOficiais de Justiça em lutaPraça do Ferreiradireitos trabalhistas

Deixe seu Comentário

Você deve estar logado para fazer um comentário. Clique aqui para entrar.