Contra as reformas

Tribunais decretam ponto facultativo o expediente do dia 28 de abril

Com intuito de garantir a segurança dos jurisdicionados e dos servidores, o Sindojus vai oficiar o TJCE para que também decrete ponto facultativo o expediente da próxima sexta-feira

26/04/2017
Foto: TRT7

Por maioria dos votos, os desembargadores do Trabalho do TRT7 (Ceará) decidiram, na sessão do Pleno de ontem, suspender o expediente do próximo dia 28, em razão do movimento nacional contra as reformas Trabalhista e da Previdência.

Em Minas Gerais, o presidente e o corregedor do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região, desembargadores Júlio Bernardo do Carmo e Fernando Antônio Viegas Peixoto, respectivamente, divulgaram ontem portaria conjunta decretando que também não haverá expediente no TRT3 no dia 28, em virtude da paralisação nacional contra as reformas propostas pelo governo federal. 

Ofício TJCE

Considerando não haverá transporte público e com intuito de garantir a segurança dos jurisdicionados e dos servidores do judiciário cearense, o Sindojus vai oficiar, hoje, o Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), para que o presidente, desembargador Gladyson Pontes, leve para a sessão do Pleno desta quinta-feira (27) a votação para decretar ponto facultativo o expediente do dia 28 de abril.

TJCEponto facultativo28 de abrilParalisação nacionalTRT7TRT3

Deixe seu Comentário

Você deve estar logado para fazer um comentário. Clique aqui para entrar.