Aproximação

Sindojus conclui confraternizações nas coordenadorias regionais

A categoria elogiou a descentralização dos festejos, possibilitando uma maior interação entre os oficiais do interior com a diretoria, fazendo com que se sintam parte do sindicato

26/12/2017

Além da grande festa realizada em Fortaleza, que celebrou os 25 anos do Sindojus Ceará, o sindicato realizou, de 3 a 20 de dezembro, confraternização nas coordenadorias regionais. Com exceção de Canindé, que optou por não se reunir, a diretoria esteve em todas as regionais do Estado. Dando início aos festejos, o Cariri foi o primeiro a se confraternizar. A festa foi realizada no dia 3 de dezembro, no Lagarta Pintada Buffet, no Crato. No dia 5 foi a vez do Litoral Oeste, com almoço no restaurante 3M Gourmand, em Itapipoca.

No dia 7, a turma do Sertão dos Inhamuns se reuniu no restaurante O Wanderley. No dia 12, oficiais e oficialas do Maciço de Baturité se reuniram no Tempero Grill. No dia 14, a turma do Vale do Jaguaribe se confraternizou no Berro D’água Bar e Restaurante. Teve música ao vivo e até “canjinha” da vice-presidente Raniéria Lima.

Diferentes das demais localidades, as regionais do Extremo Oeste, da Ibiapaba e do Vale do Acaraú realizaram uma confraternização conjunta, no dia 17, em Camocim. A festa, realizada no Hotel Villa Del Mar, também teve música ao vivo. Na região do Sertão Central, a confraternização foi em Quixadá. E, na última quarta-feira (20), a diretoria concluiu os festejos no interior com a confraternização de oficiais e oficialas da região Centro Sul do Estado.

Foto: Luana Lima

Descentralização

Frank de Oliveira, de Icapuí, destacou que essas confraternizações são uma descentralização importante, já que nem todos podem ir à festa na capital. “É difícil conseguirmos reunir todos da região, só nas festas do sindicato. Dessa vez a presença foi maciça. Eu acho muito importante, é uma aproximação do sindicato com a categoria. Essas confraternizações vêm pra gente colocar a conversa em dia”.

Ila Bandeira, de Tabuleiro do Norte, agradeceu ao sindicato por estender ao interior as confraternizações realizadas no final de ano. “Esses eventos nas regionais são muito importantes, porque nós do interior nos sentimos representados e fazendo parte do sindicato. Nesses momentos, a diretoria traz informes que não podem ser divulgados no site. A diretoria chega junto de cada Oficial de Justiça e traz esses informes, que são muito importantes para a gente. Que cada vez mais se fortaleça no final do ano essas confraternizações de amizade e de respeito”.

União

Alex de Paula, do Cedro, comentou que essas confraternizações são essenciais, até pela solidão do Oficial de Justiça. “A gente trabalha sozinho, sem sinal de celular, em todo tipo de pé de serra, às vezes muitos quilômetros distante de casa, no veículo próprio, então um evento como esse do sindicato é para mim de uma alegria sem tamanho. É um esforço que todos fazem para estar aqui, o que demonstra união. Agradecemos pela oportunidade e desejamos para todos um feliz natal e um feliz ano novo”.

Foto: Luana Lima

A distância não foi empecilho para que o oficial Eduardo Benevides, de Catarina, participasse da confraternização em Iguatu. Ele percorreu cerca de 100 km para prestigiar o evento. “É muito importante essa interação. Apesar de os contatos hoje serem facilitados, nada melhor do que a presença do sindicato, a gente pode fazer indagações, tirar dúvidas”.

Além da região Centro Sul, Eduardo fez questão de participar também da festa em Fortaleza. “Era os 25 anos do Sindojus, um sindicato atuante, com uma diretoria séria, então fiz questão de estar presente. É sempre bom conhecermos os colegas, trocarmos conhecimentos, a gente aprende muita coisa. E embora esteja no momento de diversão, não deixamos de falar do dia a dia do trabalho. É muito importante”.

Foto: Luana Lima

Informes

O presidente Luciano Júnior e os diretores Vagner Venâncio, Carlos Eduardo Mello, Francisco Mendonça, João Batista Fernandes e Mauro Xavier foram os que participaram das confraternizações no interior. Antes de cada reunião, a diretoria se reunia com a categoria para passar os informes das últimas tratativas com o Tribunal de Justiça, oportunidade em que muitos aproveitavam para tirar dúvidas, pedir orientações e relatar situações cotidianas do oficialato.

Oficiais de JustiçaSindojus Cearáconfraternização25 anosfestejosfim de anoregionais

Deixe seu Comentário

Você deve estar logado para fazer um comentário. Clique aqui para entrar.