Nota de pesar

Morre o pai da oficiala de Justiça Teresa Hermínia Rocha

O velório está ocorrendo na casa onde residia, situada à Rua 2 de Fevereiro, nº 336, Centro de Itapajé. O sepultamento será, às 16h, cemitério municipal

07/05/2018

É com profundo pesar que o Sindicato dos Oficiais de Justiça do Ceará (Sindojus-CE) informa o falecimento, na tarde de ontem, de Benedito Matilde Rocha, pai da oficiala de Justiça Teresa Hermínia Rocha Lopes, da comarca de Itapajé. Hipertenso e diabético, seu Benedito falece aos 86 anos, por complicações decorrentes da idade. O velório está ocorrendo na casa onde residia, situada à Rua 2 de Fevereiro, nº 336, Centro de Itapajé. A missa de corpo presente será, às 15 horas, na Capela da Esperança e o sepultamento, às 16h, cemitério municipal. Seu Benedito deixa a esposa, três filhos e três netos.

Exemplo

“Ele era daquelas pessoas que gostava muito de trabalhar. Foi um dos primeiros comerciantes de Itapajé, no ramo de tecidos. Saí de casa 5 horas para labutar e só retornava no final da tarde. Era um homem do sertão, praticamente não tinha estudo. Foi para o Rio de Janeiro, juntou dinheiro e abriu o seu negócio em Itapajé. Com muita luta, conseguiu formar os três filhos. É uma pessoa que venceu na vida e foi exemplo para todos nós. A história dele é uma história de superação”, ressaltou Sebastião Júnior, marido da oficiala Teresa Hermínia.

A diretoria do Sindojus, em nome de todos os oficiais e oficialas de Justiça do Ceará, se solidariza com Teresa Hermínia nesse momento de dor profunda e roga a Deus para que conforte o seu coração, assim como dos familiares e amigos e seu Benedito.

Lutonota de pesarBenedito Matilde RochaTeresa Hermínia Rocha Lopes

Deixe seu Comentário

Você deve estar logado para fazer um comentário. Clique aqui para entrar.