O SINDOJUS

Em 22 de novembro de 1972, foi criada a Associação Cearense dos Oficiais de Justiça do Ceará – Acojust –, tendo como mentor Raimundo Nonato Mendes. No dia 28 de dezembro de 1992, ou seja, 20 anos depois, a entidade ganhou status de sindicato, passando a se chamar Sindicato dos Oficiais de Justiça do Ceará, adotando a sigla – Sincojust –, com endereço no 3º andar do Fórum Clóvis Beviláqua, situado na Praça da Sé, Centro de Fortaleza, fato que ocorreu durante a gestão de Francisco Dutra Rocha.

Em dezembro de 2010, foi aprovado em Assembleia Geral Extraordinária (AGE) convocada pelo então presidente, Mauro Xavier de Sousa, a segunda reforma estatutária e, a partir de abril de 2011, a entidade passou a se chamar Sindicato dos Oficiais de Justiça do Estado do Ceará, cuja sigla é a atualmente utilizada – Sindojus.

Durante esses 44 anos desde a fundação da Associação, foram várias as representações que lutaram em prol da categoria. 

Confira alguns de seus presidentes:

– José Laerte da Rocha
– João Batista de Nascimento
– Cláudio Alcântara Lima
– José Olavo Norões Ramos
– Raimundo Nonato Lima Filomeno
– Eliseu Barros Filho
– João Batista Fontenele Bessa
– José Edmilson Silva de Paula
– João Batista Fernandes de Sousa
– Mauro Xavier de Sousa
– Francisco Luciano dos Santos Júnior (atual)